" />

Conheça as ações sustentáveis que tornaram Estocolmo a primeira cidade mais verde da Europa

Por Viviane Maia e fonte: http://epocanegocios.globo.com

Em Estocolmo, reciclagem de lixo, eliminação de resíduos e utilização de combustíveis alternativos são ações que podem ser vistas em qualquer esquina. Não é para menos. A prática tem estímulo do governo, que garante subsídios na compra de terrenos para construir empresas, isenção de impostos e de companhias da cidade como Electrolux, Ericsson, Scannia e outras que investem na cidade e na modernização de seus processos para obter eficiência energética e redução de emissão de dióxido de carbono (CO2).

Neste infográfico, você confere como funciona o esquema sustentável da cidade.

Energia Solar – Os prédios e casas são cobertos com painéis solares e armazenam esta energia em caldeiras para o uso no longo inverno da região.

Água da chuva – Em Hammarby Sjöstad, o bairro ambiental modelo de Estocolmo, a água da chuva é reaproveitada, encaminhada para estação de tratamento e se transforma em água potável para as casas. Outros bairros de Estocolmo terão este tratamento de água no próximo ano.

Lixo – Os moradores separam o lixo (papel, alumínio, vidro e orgânico) e colocam em recipientes específicos, que sugam o lixo à vácuo por canos que percorrem o subterrâneo do bairro até depósitos de coleta. De lá, os caminhões o recolhem também por sugadores.

Energia – O lixo orgânico se transforma em adubo ou gás. Outros resíduos que não são recicláveis (como isopor, por exemplo) vão para uma usina de incineração também geradora de energia.

Combustível – Um quarto do transporte coletivo urbano utiliza combustível renovável; sendo etanol, oriundo do Brasil, e biogás, que é um tipo de mistura gasosa de dióxido de carbono e metano produzida naturalmente em meio anaeróbico pela ação de bactérias em matérias orgânicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *