A Natureza não espera pelo amanhã para seguir seu curso.

Lembrei-me hoje daquela viagem às praias do Espírito Santo, da sujeira embaixo das mesas, da despreocupação das pessoas com o seu entorno, como se todo aquele mar fosse capaz de absorver a sujeira criada pelo bicho homem. Como se houvesse uma espécie de ‘areia movediça, ’ capaz de fazer submergir aquele entulho todo, as pessoas iam deixando seus resíduos ali, despreocupadamente.

Ainda me choco com a lembrança da resposta da dona do quiosque: “Minha filha, a gente deixa tudo aí mesmo, porque amanhã a prefeitura passa limpando.”.

Foto mostra resíduos sólidos deixados pelo homem

Enquanto isso embaixo das mesas…

Revendo as fotos da última postagem do blog me veio à cabeça o quanto talvez a gente não tenha noção da ação do tempo sobre nossa realidade. Como se ‘o amanhã’ fosse algo inalcançável, distante, remoto. Um futuro onde que não faremos parte.

Amanhã?!!

Amanhã a maré já subiu e levou consigo todo aquele entulho. Amanhã a areia já se movimentou com os ventos e ‘escondeu’ boa parte da sujeira.

Amanhã….

Amanhã é tarde, muito tarde.

Amanhã, pra Natureza, significa quantas novas toneladas de resíduos sólidos a invadindo?

A Natureza não espera pelo amanhã para seguir seu curso. Ela vai, com toda a sua força, agindo sobre o ambiente, e com o ambiente. Ela pode levar o lixo paro o mar, submergi-lo nas areias, para depois desenterrá-lo com a força de novos ventos, e novas marés, mas dificilmente o deixará intocado esperando a Prefeitura passar, amanhã.

Resíduos sólidos deixados nas praias.

Esperando a Prefeitura chegar. Amanhã…

Sujeira nas falésias Espírito Santo
A Natureza não espera pelo amanhã da Prefeitura.

Share

One Response to A Natureza não espera pelo amanhã para seguir seu curso.

  1. […] Atribuem a frase à Marina Silva (não encontrei indício sólido sobre essa informação), mas a frase nos bota pra pensar de imediato e vai de encontro ao que conversamos ontem aqui. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.