" />

Arquivos do Mês: maio 2011

Nós apoiamos a Semana de Engenharia de Alimentos da Unicamp !!!

A Semana de Engenharia de Alimentos é um evento anual organizado pelos estudantes da Faculdade de Engenharia de Alimentos da UNICAMP e conta com a participação de pessoas de todas as regiões do país.

Este ano o evento completa sua 30ª edição, e tem como objetivo oferecer cursos de excelência em diversas áreas relacionadas à engenharia de alimentos, aproximando o estudante de novas tendências e de sua vida profissional. O evento conta com a infra-estrutura da UNICAMP para receber cerca de 1600 participantes entre estudantes, engenheiros, professores, pesquisadores e profissionais atuantes no mercado.

Durante a semana também acontecem palestras gerais, debates, visitas e aulas práticas. Tudo isso para proporcionar aos estudantes a visão prática dos processos produtivos, tecnológicos e gerenciais que acontecem nas empresas e institutos de pesquisa.

Para os palestrantes, a Semalim promove uma maior aproximação com o meio acadêmico e a troca de conhecimentos dentro de um centro de pesquisa e ensino reconhecido em todo o Brasil. O evento é também uma excelente oportunidade de divulgação do seu trabalho.

A participação de empresas colaboradoras permite o desenvolvimento de todo o evento, melhorando a formação dos futuros profissionais que em breve atuarão no mercado de trabalho. Tais empresas também poderão aumentar sua visibilidade no meio acadêmico e divulgar seus produtos e/ou serviços.

Por fim, para os organizadores esta é uma ocasião única que proporciona experiência e o desenvolvimento do espírito de liderança e da capacidade de negociação e comunicação. Desta forma, a Semalim vem a ser uma oportunidade muito gratificante de crescimento e transformação da visão de estudante em conhecimento prático.

E a Camiseta Feita de Pet além de fazer  as camisetas do evento, ainda vai expor os seus produtos no evento.

Não percam!!

Vamos contar os dias...

Congresso de Meio Ambiente de Poços de Caldas, estamos lá…

Pelo terceiro ano estamos participando do Congresso de Meio Ambiente de Poços de Caldas, organizado pela GSC Eventos ( a organização do evento usa camiseta feita de pet).

Esse congresso já faz parte do cenário nacional e está inserido no calendário nos grandes eventos da área.

Estudantes , graduados e interessados em assuntos ligados ao meio ambiente fazem do evento uma junção de estudo, novas perspectivas e muita discussão em torno das necessidades de mudanças.  Palestrantes renomados e de diversas empresas também fazem parte do evento de sucesso.

Infelizmente devido a demanda de produção esse ano não pudemos comparecer ao evento mas estamos representados pela Josy Prado, a mais nova colaboradora da empresa Camiseta Feita de Pet.

E é claro a camiseta feita de pet está bombando vendendo camisetas recicladas , com lindos modelos e estampas, com preço justo .

Saudades de Poços de Caldas, aquele ar bucólico, muito queijo e vinho, conversas com pessoas inteligentes,  hospitalerias e que de clientes já viraram amigos. Sem contar as  flores das praças,  a conversinha com o pessoal do mercadão, os caldos do Kolesterol e é claro os amigos...

Bjs a todos

Silvia

Jogando pelo meio ambiente por camiseta feita de pet

Segue abaixo a entrevista que demos para o Programa Jogando pelo meio ambiente.

Um pouco de nós, e o que pensamos sobre meio ambiente:

Bjs a todos!!

Reengenharia : uma história para o meio ambiente.

Recebi pela manhã um e mail muito legal falando sobre a simplicidade e reengenharia. Nós devíamos aplicar essa reeengenharia em prol do meio ambiente. Vale a pena ler:

Reengenharia - AS DUAS PULGAS por aprendaaganhardinheiro.com.br

Muitas empresas caíram e caem na armadilha das mudanças drásticas de coisas que não precisam de alteração, apenas aprimoramento. O que lembra a história de duas pulgas.

Duas pulgas estavam conversando e então uma comentou com a outra: - Sabe qual é o nosso problema? Nós não voamos, só sabemos saltar. Daí nossa chance de sobrevivência quando somos percebidas pelo cachorro é zero. É por isso que existem muito mais moscas do que pulgas. E elas contrataram uma mosca como consultora, entraram num programa de reengenharia de vôo e saíram voando. Passado algum tempo, a primeira pulga falou para a outra: - Quer saber? Voar não é o suficiente, porque ficamos grudadas ao corpo do cachorro e nosso tempo de reação é bem menor do que a velocidade da coçada dele. Temos de aprender a fazer como as abelhas, que sugam o néctar e levantam vôo rapidamente. E elas contrataram o serviço de consultoria de uma abelha, que lhes ensinou a técnica do chega-suga-voa. Funcionou, mas não resolveu. A primeira pulga explicou por quê: - Nossa bolsa para armazenar sangue é pequena, por isso temos de ficar muito tempo sugando. Escapar, a gente até escapa, mas não estamos nos alimentando direito. Temos de aprender como os pernilongos fazem para se alimentar com aquela rapidez. E um pernilongo lhes prestou uma consultoria para incrementar o tamanho do abdômen. Resolvido, mas por poucos minutos. Como tinham ficado maiores, a aproximação delas era facilmente percebida pelo cachorro, e elas eram espantadas antes mesmo de pousar. Foi aí que encontraram uma saltitante pulguinha: - Ué, vocês estão enormes! Fizeram plástica? - Não, reengenharia. Agora somos pulgas adaptadas aos desafios do século XXI. Voamos, picamos e podemos armazenar mais alimento. - E por que é que estão com cara de famintas? - Isso é temporário. Já estamos fazendo consultoria com um morcego, que vai nos ensinar a técnica do radar. E você? - Ah, eu vou bem, obrigada. Forte e sadia. Era verdade. A pulguinha estava viçosa e bem alimentada. Mas as pulgonas não quiseram dar a pata a torcer: - Mas você não está preocupada com o futuro? Não pensou em uma reengenharia? - Quem disse que não? Contratei uma lesma como consultora. - O que as lesmas têm a ver com pulgas? - Tudo. Eu tinha o mesmo problema que vocês duas. Mas, em vez de dizer para a lesma o que eu queria, deixei que ela avaliasse a situação e me sugerisse a melhor solução. E ela passou três dias ali, quietinha, só observando o cachorro e então ela me deu o diagnóstico. - E o que a lesma sugeriu fazer?- "Não mude nada. Apenas sente no cocuruto do cachorro. É o único lugar que a pata dele não alcança". Moral: você não precisa de uma reengenharia radical para ser mais eficiente. Muitas vezes, a grande mudança é uma simples questão de reposicionamento.

Autor desconhecido

Matéria nossa no site das pequenas empresas grandes negócios

Camiseta feita de Pet nasceu porque a empresária Vanda Ferreira queria fazer algo mais pelas pessoas

Por Lorena Vicini

 A Camiseta feita de Pet vende cerca de 20 mil peças por mês

Pegando carona na onda sustentável, Vanda Ferreira percebeu que as garrafas pet poderiam ter outra função além de armazenar refrigerantes e há um ano lançou a empresa Camiseta feita de Pet. Os produtos são confeccionadas com fio de poliéster, matéria-prima dos recipientes.

A biomédica, que até então trabalhara em laboratórios, sempre teve a vontade de fazer algo maior pelas pessoas. Conheceu Silvia do Prado, consultora de TI, por acaso, em um salão de beleza. Daí veio a ideia de trabalharem juntas, não sabiam exatamente em quê.

A iniciativa das camisetas ecológicas veio depois de muita pesquisa e de conhecerem o trabalho da cooperativa Cocamar, que produz fios ecológicos. O fio de PET, especificamente, é produzido através das garrafas recicladas e submetidas a alguns processos, que resultam na fabricação da fibra.

Com esse tecido em mãos, a empresa compra trabalhos de designers que desenvolvem desenhos exclusivos para a grife. Emtampadas, a Camiseta feita de Pet comercializa as peças.

A curiosidade, para Vanda, é o primeiro fator que atrai os clientes: “Eles pegam as camisetas para ver se são duras, cheiram para ver se sentem o aroma de refrigerante”, conta a proprietária.

Para Vanda, o ponto em que a marca mais inovou foi a divulgação: além de contar com o apoio das vendas pela internet, suporte básico nos dias de hoje, a venda do produto é ligada a um projeto educativo. A empresa participa de eventos com professores e estudantes para contar do trabalho. “Nosso stand é mais um bate-papo do que uma venda. O segredo é vender uma coisa em que acredito”.

A Camiseta feita de Pet também atua fabricando peças personalizadas para empresas, com logos ou estampas exclusivas. Atualmente são comercializadas 20.000 camisetas por mês, a um preço médio de R$ 25 no varejo. “A cada camiseta tiramos duas garrafas PET do meio ambiente. Não vendemos só para ganhar dinheiro. Nosso modelo de negócio prova que é possível faturar praticando um preço justo, sem abusar dos outros”, diz Vanda.