" />

Arquivos do Mês: março 2011

Significado dos ideogramas japoneses

modo de expressar uma palavra, através de um desenho único , que simboliza o verdadeiro significado da mesma. duas caixas desenhadas uma sobre a outra, onde a que fica em baixo é maior que a de cima, significa prosperidade, onde o símbolo do desenho nos informa de maneira única o sentido da palavra prosperidade, ele demonstra nossa condição de crescimento estruturado e sustentado de maneira segura.   Vem ai a nova coleção ideograma!! Você vai se surpreender. A Cultura milenar e a poesia na moda!!! Confira: www.camisetafeitadepet.com.br

Dez dicas para deixar sua casa ecologicamente correta

1. Prefira detergentes biodegradáveis e produtos de limpeza que não agridam o meio ambiente. O cloro da água sanitária gera poluentes que prejudicam a flora e a fauna. Evite aerossóis com CFC, gás responsável pelo buraco na camada de ozônio.

2. Não escove os dentes com a torneira aberta. Gastam-se até 12 litros de água cada vez que se faz a higiene bucal sem fechar a torneira. Na cozinha, ensaboe a louça toda antes de abrir a torneira para o enxágüe.

3. Economize papel. Estima-se que para cada 100 quilos de papel reciclado são poupadas sessenta árvores.

4. Banhos que duram quinze minutos são ecologicamente incorretos: gastam em média 243 litros de água. A ONU diz que cada pessoa necessita de cerca de 110 litros de água por dia para atender às necessidades de consumo e higiene.

5. Pilhas, baterias e lâmpadas contêm substâncias que podem contaminar a terra e o lençol de águas subterrâneas. A Comlurb dispõe de cestas verdes para a coleta de pilhas e baterias. A localização delas está no site www.rio.rj.gov.br/comlurb/

6. Leve sua própria sacola de compras ao supermercado. Isso diminui o consumo de sacos plásticos, reduzindo também o volume de lixo produzido.

7. Separe o lixo para reciclagem. A Comlurb calcula que apenas 5% do lixo da cidade é separado, apesar de haver coleta seletiva em quarenta bairros.

8. Só use a máquina de lavar roupa quando ela estiver cheia. Com poucas peças e lavagens freqüentes, gastam-se mais água e energia. A Light informa que, ligando a máquina dia sim, dia não, a economia é de 9 quilowatts-hora por mês na conta de luz.

9. Não compre nem cozinhe mais alimentos do que vai consumir. Segundo a Comlurb, 61% do lixo carioca é sobra de alimentos. O lixo úmido (restos de comida) deve ser separado do seco (plásticos, vidro, latas, papéis e metais). O material reciclável deve ser posto em sacos transparentes, para facilitar a identificação.

10. A geladeira e o freezer podem responder por 30% do consumo de luz. Compre os que têm o selo Procel (Programa de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica). Evite deixar a porta da geladeira aberta por muito tempo e não guarde alimentos ainda quentes.

Fonte: Guia de Boas Práticas para o Consumo Sustentável do Ministério de Meio Ambiente (www.mma.gov.br/port/sds/index.cfm)

 

A importância da coleta seletiva

Estamos fazendo várias enquetes tanto no nosso blog  quanto na loja virtual www.camisetafeitadepet.com.br  sobre as vertentes do tema sustentabilidade. Na última enquete em que participaram 462 pessoas constatamos as mudanças de comportamento em relação a coleta seletiva de lixo. Segue abaixo um texto explicativo da importância da coleta seletiva:

 O lixo é responsável por um dos mais graves problemas ambientais de nosso tempo. Seu volume principalmente nos grandes centros urbanos é enorme e vem aumentando intensa e progressivamente, atingindo quantidades impressionantes. Na maior parte dos municípios brasileiros (cerca  de 76% deles), o lixo é simplesmente jogado no solo, sem qualquer cuidado, formando os lixões, altamente prejudiciais à saúde pública.

As conseqüências da disposição inadequada do lixo no meio ambiente são a proliferação de vetores de doenças, a contaminação de lençóis subterrâneos e do solo pelo chorume (líquido escuro, altamente tóxico, formado na decomposição dos resíduos orgânicos do lixo) e a poluição do ar, causada pela fumaça proveniente da queima espontânea do lixo exposto.

Dentro desse quadro, a coleta seletiva de lixo aparece não como a solução final, mas como uma das possibilidades de redução do problema.

Nosso lixo é composto por diversos tipos de material, grande parte reaproveitável. A Coleta seletiva consiste na separação de tudo o que pode ser reaproveitado, enviando-se esse material para reciclagem.

Mas o que é coleta seletiva? E o que ela pode contribuir para a minimização dos resíduos?

Coleta seletiva é o termo utilizado para o recolhimento dos materiais que são passíveis de serem reciclados, previamente separados na fonte geradora. A coleta seletiva tanto pode ser realizada por uma pessoa sozinha, que esteja preocupada com o montante de lixo que estamos gerando, quanto por um grupo de pessoas (empresas, condomínios, escolas, cidades, etc.).

A coleta seletiva contribui para a minimização de resíduos, pois, é um conceito que abrange mais do que a simples coleta seletiva e envio do lixo para reciclagem. Pressupões três regrinhas básicas que devem ser seguidas: primeiro pensar em todas as maneiras de REDUZIR o lixo, depois, REAPROVEITAR tudo o que for possível, e só depois pensar em enviar materiais para RECICLAR. Essa forma de atuação é chamada de 3 R, que é a letra inicial de cada uma das palavras-chave.

 Portanto, a coleta seletiva de lixo é de extrema importância para a sociedade. Uma sociedade consciente e bem educada não gera lixo e sim materiais para reciclar, além de gerar renda para milhões de pessoas e economia para as empresa, também significa uma grande vantagem para o meio ambiente uma vez que diminui a poluição dos solos e rios. Este tipo de coleta é de fundamental importância para o desenvolvimento sustentável do planeta.

 Segue quadro demonstrativo da coleta:

Quando a empresa responsável pelos resíduos não faz a coleta, o que você faz com o seu lixo?
Separo e aguardo a coleta normalizar.
59%
Queimo o lixo.
2%
Jogo em um lugar qualquer.
2%
Deixo na lixeira até a coleta normalizar.
15%
Coloco no lixo comum.
22%
Votos: 462

A hora do planeta ….

Nós achamos uma iniciativa muito grande a hora do planeta.  Essa simbologia faz as pessoas refletirem sobre a real necessidade de consumo.  Mas só isso não adianta. Nós precisamos educar as crianças para que desde pequenas elas pratiquem o consumo consciente. Menos luz, menos água, menos comida, menos roupas.  E com certeza teremos adultos mais exigentes e mais preocupados com o dia a dia do meio ambiente.  A ordem é reduzir, reutilizar e reciclar.

As crianças precisam aprender a escolher empresas sérias com foco ambiental e não com modismo verde.  Precisam aprender a respeitar  e se colocarem como parte integrante do processo de reorganização do planeta.  De qualquer forma, vamos a hora do planeta que pode virar dia, mês  e ano em breve.

Um pouco da história:

A Hora do Planeta é uma iniciativa da rede WWF que incentiva cidadãos, empresas e governos a apagarem as luzes por uma hora mostrando assim o seu apoio à luta contra as alterações climáticas.

Porquê apagar as luzes?

Antes de mais há que ter consciência que este apagar de luzes por uma hora é meramente um gesto simbólico, mas que pode ser representativo de um elevar da consciência de todos para um problema que é, igualmente, de todos: as alterações climáticas.

A verdade é que este simples gesto, tem despertado em todo o mundo compromissos capazes de ir marcando a diferença numa base diária contínua e tem levado a uma verdadeira mudança de hábitos de vida de cidadãos, empresas e governos que começam a despertar para compromissos válidos e práticos a favor desta luta.

Assim, apagar as luzes:

  • É mostrar que estamos preocupados com o aquecimento do planeta e queremos dar nossa contribuição, influenciando e pedindo ações de redução das emissões e de adaptação às mudanças climáticas, combatendo a desflorestação e conservando os nossos ecossistemas;
  • É um incentivo ao diálogo dos manifestantes entre si e entre esses e os governos e empresas;
  • É um ato que simboliza a eficiência e o uso de todos os recursos com inteligência, responsabilidade e de forma sustentável.

Em 2010, e após três anos de edição, a Hora do Planeta obteve a maior participação voluntária de sempre. Atingiu um recorde de 128 países e territórios, dos quais 24 cidades e duas vilas portuguesas, que se juntaram nesta exibição global a favor do planeta.

Edifícios e monumentos icónicos de todo o mundo (da Ásia ao Pacífico passando pela Europa e África e ainda Américas) ficaram às escuras para iluminar esta ideia. Pessoas de todo o mundo e de todas as esferas da vida social desligaram em uníssono as luzes e uniram-se nesta celebração e contemplação da única coisa que temos em comum: o Planeta Terra.

Portugal junta-se pelo terceiro ano consecutivo a este movimento, que este ano desafia todos a um compromisso que “Vá Além Desta Hora Na Luta Contra as Alterações Climáticas”, apelando a que, quando as luzes forem novamente acesas, reflita sobre o que pode fazer para ajudar a marcar a diferença.

 HORA DO PLANETA 2011 Sábado, 26 de Março

Apague as luzes e ilumine esta ideia por um Planeta Vivo. Vá além desta hora na luta contra as alterações climáticas!

www.camisetafeitadepet.com.br apóia essa idéia!!

Novo visual e muito mais desconto na camiseta feita de pet

Olá.

Estamos mudando o visual de nossa loja virtual . Um layout mais simples e com mais vida com foco no Ano Internacional das Florestas.

E como sempre na camiseta feita de pet quem ganha é o cliente. O cliente que indica, o que compra, e o que gosta de comprar com quem pratica o comércio justo.

Confira as novidades na loja www.camisetafeitadepet.com.br

E lembre-se aqui você tem 25% de desconto nas compras a vista através de depósito ou boleto bancário e a cada R$ 100.00 em compras você ganha uma linda ecobag de presente.

Sustentabilidade:  aqui esse tema é sério!!!

Bjs a todos